Congresso de Gestores da Agropecuária: inscrições antecipadas podem ser feitas até dia 31 de outubro

cogresso-agropecuariaFaltam 15 dias para o Congresso Brasileiro de Gestores da Agropecuária. As inscrições estão abertas e são gratuitas para prefeitos, vereadores, secretários de agricultura e demais representantes de prefeituras que são filiadas à Confederação Nacional de Municípios (CNM). Mas a entidade alerta: as inscrições online podem ser feitas somente até a próxima quinta-feira, dia 31 de outubro. Após o prazo, só serão recebidas inscrições presencialmente, no local do evento.

Promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) em conjunto com o ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), o evento tem o apoio institucional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e ocorre entre os dias 5 e 7 de novembro, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília.

Além dos gestores municipais, podem participar técnicos extensionistas, representantes de Sindicatos de Produtores Rurais e todos os atores envolvidos com o agronegócio no país. O encontro tem como objetivo a integração de políticas para o setor agropecuário da União, Estados e Municípios, além da busca pelo aperfeiçoamento de políticas para dar mais eficiência ao setor agropecuário.

Programação

A solenidade de abertura deve contar com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, além de ministros e demais autoridades do setor. Em seguida, as primeiras plenárias da manhã trazem assuntos como os impactos da produção rural no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, com a participação do Ministério da Economia; além dos Desafios e oportunidades da Agricultura Brasileira, com a presença, já confirmada, da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Quatro plenárias encerram o primeiro dia de evento. A importância da reforma tributária para o desenvolvimento do país, seguido da parceria produtor rural e preservação ambiental. Logo após, os participantes vão debater o papel das compras públicas no fomento à economia local, finalizando com a plenária sobre a tecnologia a serviço da agropecuária.

O segundo dia será destinado a diversas temáticas separadas em quatro salas: desenvolvimento de políticas agrícolas; sustentabilidade e inovação local; fomento à produção agropecuária; e ampliação do acesso a mercados e à agregação de valor.

Já no último dia, a programação acontece somente na parte da manhã. Nas plenárias, ganha destaque o tema os desafios na infraestrutura local, seguido da integração regional como forma de desenvolvimento dos Municípios.

Por: Lívia Villela
Fonte: Agência CNM de Notícias